quinta-feira, 17 de julho de 2008

Set my spirit free...

TPM.
Eu odeio ter corpo na TPM.
Vontade de ser só alma, só espírito.
Tudo dói. Uma dor que não passa com remédio, com descanso, com reza brava, com nada.
Dor nas costas. Nos braços. Na nuca. No pescoço. Na cabeça. Nos ombros. Nas pernas. Na ponta do dedinho do pé esquerdo, o da estrada de tijolos amarelos.
E tudo triplica de tamanho. Quadruplica. Me sinto disforme. Me sinto como o Travolta em Hairspray.
My body is a cage, cantou o Arcade Fire.
Fui ver O Escafandro e a Borboleta. A idéia do escafandro grudou em mim e saiu do cinema me acompanhando. Para nossa mente, tudo é permitido, tudo é possível. Para o corpo, não. De maneira alguma eu menosprezaria todo o sofrimento de uma pessoa que só “movimenta” um olho (e o cérebro), mas acho que todo corpo é um escafandro e toda mente uma – ou muitas – borboleta. Todo corpo aprisiona, limita...
Meu escafandro, agora, dói muito e me coloca num lugar em que eu não queria estar. Mas minha borboleta voa bem longe daqui...

I'm standing on the stage
Of fear and self-doubt
It's a hollow play
But they'll clap anyway

I'm living in an age
Whose name I don't know
Though the fear keeps me moving
Still my heart beats so slow

My body is a cage
We take what we're given
Just because you've forgotten
Doesn't mean you're forgiven

Still next to me
My mind holds the key
Set my spirit free

(todo dia eu me apaixono por uma música do Arcade Fire... mas normalmente é Intervention...)

Um comentário:

Freier Geist disse...

Nem me fala em tpm. credo. vc só está dizendo isso pq não conhece a minha. Eu chego a ficar 20 dias de tpm, inchada, com dores e o emocional mais oscilante que a olsa de valores! Num minuto quero matar meio mundo, no instante seguinte estou chorando desesperadamente, deprimida. é horrível... rsrs
Beijokas!!
^^