quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Diário da Emília - 02/01

Hoje eu estou triste. A Laurinha deu pra Tete a boneca que ela ganhou no ano passado, pois ela ganhou uma nova no Natal. Eu não queria uma boneca. Mas a Laurinha é da minha sala, ela não tem que visitar minha irmã e nem que dar presente pra ela. A Tete ficou tão feliz com a boneca. Quando ela foi tomar banho eu peguei a boneca e coloquei no colo, como se ela fosse um bebê. E cantei pra ela, que nem a mãe cantava pra gente. A mãe viu e perguntou se eu queria uma igual e eu disse que não, que era uma coisa boba. O pai ia ter vergonha de mim se eu brincasse de boneca. Mas era legal cuidar dela, cantar pra ela... Mas que bobagem! Quando eu tiver filhos, eu vou cuidar deles e cantar pra eles. O pai e a mãe querem um montão de netos, então eu vou ter um monte de filhos. A mãe disse que é pecado quando a gente tem vontade de ter o que os outros tem. Cobiça. É como chama. Eu tive vontade de ter a boneca da Tete, mas foi só um pouquinho... Será que eu pequei? Eu vou rezar uns vinte Pai-nossos, pra não ter problema...

Emília

Um comentário:

Freier Geist disse...

eita boneca doce, heim..
beijokas, lindona!!
^^