quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

admiravelmundonovomente...

É como se a gente sempre tivesse que ser racional.
Coerente.
Constante.
Como se houvessem placas espalhadas em todos os cantos.
"Não se confunda"
"Tenha absoluta certeza de tudo"
"Tudo é dogma!"
"Não mude"
"Saiba com precisão o que vc pensa"
"Saiba exatamente o que você sente"
"Explique tudo. Com palavras."
E eu, fugida de uma música de Raul...
Metamorfoseambulantemente.
Mudando.
Não tendo certeza.
Confusa.
Não sabendo...
Não entendendo...
Perdida.
E sem conseguir exlicar, sem conseguir prestar contas.
Será que eles vão me deixar ser eu?
Ser confusa?
Ser alguém que não sabe tudo?
E que muda?
Será que admiravelmundonovomente eu vou ter que reinvindicar direitos, como o Selvagem?
Ele reinvindicou o direito de ser infeliz.
Eu reinvindico o direito de mudar.
E o de não me entender.
E o de me confundir.
E o de só se ver bem com o coração...

Um comentário:

Mari disse...

Pois eu desejo que a você que se incomode, minha amiga, muito, sempre e com tudoooo!!!!