terça-feira, 28 de abril de 2009

Tentando se segurar numa alça lilás


Entrou no elevador.
A um canto, outra mulher segurava firme debaixo do braço uma enorme bolsa lilás.
- Que ousadia, uma bolsa lilás- sorriu ela.
- Acabei de dizer a um homem que o amo- respondeu a outra. - Então entrei numa loja e, entre todas, escolhi essa bolsa. Eu precisava sentir nas mãos a minha audácia.
Não sorriu. Agarrou-se náufraga na alça.
(Marina Colasanti)

* meu conto preferido dela. pq, às vezes, a gente precisa sentir nas mãos nossa audácia. *

3 comentários:

Freier Geist disse...

Esse conto dela é DEmais!
Estou adorando trabalharmos juntas nesse projeto da marina, tá ficando bom pra cara*#$%!!!

beijokas, linda!
^^

Gisele disse...

Eu adoro tudo que é lilás e adorei o conto...a audácia é realmente necessária em vários momentos da nossa vida!!

Blower's Daughter disse...

Oi, Tally!
Adoro esse conto, mto bom!^^
Bjokinhas!